quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

A flutuação dos corpos em líquidos depende da densidade de ambos




Neste submarino controla-se a sua densidade controlando a quantidade de água nos seus tanques de lastro.
Quando é preciso imergir, enchem-se os tanques e aumenta a sua densidade (mais massa para o mesmo volume). Ao aumentar a sua
densidade acima da densidade da água, afunda-se.
Quando é preciso emergir, tira-se água dos tanques e diminui a sua densidade (menos massa para o mesmo volume). Quando a sua densidade se torna inferior à da água, ele sobe.
Para se manter sempre à mesma profundidade é necessário que a densidade do submarino permaneça igual à da água.

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Impulsão e a Lei de Arquimedes



Porque é que um navio, que pesa muitas toneladas, flutua e uma pequena esfera metálica não flutua? 
Como funcionam os submarinos? 
 
Quando estamos dentro de água parecemos ser mais leves, havendo a sensação de que algo nos empurra para a superfície da água.
Os barcos, apesar de serem feitos de materiais densos como o ferro e o aço, flutuam na água porque recebem desta uma impulsão suficiente para compensar o seu enorme peso, a sua parte imersa é muito grande, para que seja também muito grande o volume da água deslocada, e consequentemente, a impulsão.

É a Arquimedes (287 a.C.- 212 a.C.), físico e matemático grego, que viveu em Siracusa, Sicília, que se deve a descoberta da força de impulsão.

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Ciências na escola

No passado  dia trinta, uma professora nova entrou na nossa sala.
Nós estávamos um bocado nervosos porque não a conhecíamos.
Passado uns minutos ela apresentou-se, disse que se chamava Adosinda e que era professora de ciências.
Depois de a conhecermos deu início a aula. Primeiro deu-nos uma ficha e de seguida começou a matéria. Falamos sobre a luz, as cores, a água e o arco-íris.
Ela mostrou-nos como se podia fazer um arco-íris com uma tina, água, uma lanterna e um espelho.
Quando já estava tudo pronto a nossa turma e até as professoras fizeram várias formas coloridas.

Eu adorei as ciências.  



 Lara Filipa 4º B



O que faz deslocar o balão?

 Os foguetes voam a partir da propulsão, que é explicada pela 3ª terceira Lei de Newton: “para cada ação há uma reação igual e oposta”. Ou seja, no foguete, quando os gases do combustível queimado são impulsionados para fora, ao mesmo tempo, a nave é impulsionada para cima. Na nossa experiência, quando o ar sai, essa mesma força impulsiona o balão na direção contrária.

Material necessário para a experiência: 
                                  1 pedaço de fio comprido
                                  1 palhinha
                                  1 balão
                                  1 mola da roupa, Fita-cola



Procedimento:

1—Enfia uma ponta do fio no buraco da palhinha de um lado ao outro.
2—Ata uma das extremidades a uma perna da cadeira, por exemplo.
3—Cola a outra ponta do fio a uma parede perto do tecto, do outro lado da sala.
4—Enche o balão, torce-lhe o “pescoço” e prende-o com uma mola da roupa, de forma que o ar não saia.
5—Usa duas tiras de fita-cola para prender o balão à palhinha, ficando a mola voltada para a cadeira.
 6—Mantendo o “pescoço” do balão apertado, retira a mola. Solta o balão e deixa o foguetão subir.